vida-natural category image
29 de fevereiro de 2016

#vilões – açúcar branco

Vida Natural

vilacu

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Olá pessoas do bem =)

“A população consume muito açúcar. Tanto o que é adicionado, no suco ou em preparações como um bolo, como em alimentos industrializados, como refrigerantes. Além da diabetes tipo 2, contribui muito para obesidade. E ela acarreta um conjunto de doenças, como o câncer, aumento da pressão arterial e problemas osteomusculares”, explica Michele Lessa, coordenadora-geral de Alimentação e Nutrição do Ministério da Saúde.

Bom, tudo isso a gente já está careca de saber não é?! Não vai adiantar eu te explicar a quantidade de açúcar que existe escondida nos alimentos em que você consome. Eu quero mesmo é te conscientizar a ler o rótulo das coisas que você compra antes de consumi-las e fazer a conta do quanto você está destruindo seu corpo diariamente, inconscientemente.

Eu posso garantir a você que nossa cultura é doce. Docinha, docinha, docinha… Doce de leite, doce de côco, doce de batata doce, doce de goiaba, leite condensado, pudim, tortas docérrimas, café docinho, chazinho docinho, brigadeirinho… Ah… quanta doçura!

Aprendemos desde o berço. Quando a mamãe, inocente, adoça o chazinho que acalma a cólica do bebê. Quando depois de crescidinhos ela adoça o suquinho de laranja porque o bebê fez cara feia sem. Quando para parar de chorar ela molhava a chupeta em qualquer coisa doce ou nos dava aquelas balinhas molinhas, que não afoga bebê!

Crescemos viciados e dependentes da indústria açucareira, e a medida que o tempo passa a dose deve sempre ser maior porque o vício dispara alarmes de abstinência.

Dor de cabeça, mau humor, irritação. Experimenta cortar drasticamente o açúcar pra ver! Sai de baixo. Você tem crise de nervos!

O açúcar vicia porque interage no cérebro com neuropeptídeos, substâncias que levam a um sistema de dependência. O órgão central do sistema nervoso registra que este tipo de carboidrato é uma fonte rápida de energia e torna a requisitá-lo quando há falta de alimentos.

O excesso de açúcar branco é considerado um destruidor da flora intestinal boa e, além disso, diminui a barreira protetora intestinal, com isso, diminui a capacidade de gestão de quebra das moléculas dos alimentos, a capacidade de absorver os nutrientes e os mecanismos de imunidade do corpo. Resultando em anemias crônicas e pessoas sensíveis a alergias a resfriados. Ou seja, sem defesa seu corpo adoece facilmente e você nem percebe o porque.

Agora eu vou te pedir para fazer um teste. O mesmo teste que eu fiz quando decidi diminuir drasticamente a quantidade de açúcar branco que ingeria diariamente.

Passe o dia inteiro com um bloquinho e anote a quantidade de açúcar que você encontrar na embalagem dos alimentos que consome. TODAS as embalagens e quando não tiver embalagem pesquise na internet que você vai encontrar a quantidade correspondente. Por exemplo, uma colherinha – daquelas de cafezinho – de açúcar no seu café do escritório corresponde a 4g de açúcar. Agora é só fazer a conta. Quantas colherinhas somam na sua jornada?

Tente fazer isso para todos os alimentos que você consumir hoje: sucos, refrigerantes, balas, chocolates, pães…

Para ajudar compare com os gráficos abaixo.

Se você se assustar com a quantidade final está na hora de começar a repensar seu consumo e optar por diminuir a quantidade dele no seu dia a dia.

Ah… mas Andreza eu preciso do açúcar como combustível e quando diminuo seu consumo, diminui minha energia para praticar exercícios físicos.

—> No próximo post vou falar sobre os tipos de açúcares e como fazer #trocasinteligentes mantendo um nível alto de energia e disposição sem precisar mergulhar dentro de um saco de açúcar diariamente.

Dica do dia – Comece diminuindo a quantidade açúcar no cafezinho e ou no chá; esteja consciente quando for adoçá-lo e não pensando no mundo da lua… afinal de contas é dentro do seu corpo que ele vai parar!

Namaste _/\_

vilacu1

vilacu2

vilacu5

vilacu6

vilacuc4