vem-despertar category image
5 de setembro de 2017

Pollyana eu?!

Vem despertar

Hoje eu sou uma pessoa compreensiva, doce e amorosa. Mas nem sempre eu fui assim. A sociedade tratou de me dar grandes motivos para que eu me tornasse mais um ser humano ranzinza, medroso e acuado dentro de uma armadura que por muito tempo  vesti tentando somente me defender.

Como é que eu me transformei nessa pessoa que sou hoje?

Por amor.

Só por amor. Por amor a mim. Por amor a você. Por amor ao mundo inteiro.

Eu me sentia muito sozinha e lia muito. A leitura era minha companheira predileta porque me permitia criar quem eu gostaria de ser. Mas quando olhava para fora do quarto a realidade ainda era a mesma. Inveja, desordem, dor, medo, violência.

Nada mudaria, se eu não acreditasse. Nada mudaria se eu não mudasse. Não existiria amor se eu não o fosse. Não existiria paz se eu não a fizesse. Não existiria a vida que eu desejava viver se eu não criasse ela.

Então dei meu primeiro passo através do Jogo do Contente. Sim, foi esse jogo aparentemente ingênuo que me ajudou a ser quem eu sou, de verdade.

Não duvide da capacidade de encantar-se pela vida através desse jogo, porque ele pode ser poderoso.

Permita-se ao menos uma vez por dia encontrar algo bom até mesmo nas situações mais adversas. Rir do seu tombo pode ser o melhor remédio para a dor da queda e de quebra pode ajudar a curar a dor de mais alguém.

Vamos lá?

No Instagram @inspireleveza você pode acompanhar diariamente os posts e compartilhar com uma linda turminha de Pollyanas em tempo real sua celebração.

Aproveita e comente aqui abaixo algo bom do seu dia hoje. Celebre!

A vida gosta de festa.

  • eu sou Andreza Frasseto e eu amo você.

Gratidão pela leitura.