novo-eu category image
6 de janeiro de 2016

Inspire Leveza NOVO EU – DIA 25

Novo eu

IMG_20160106_191739

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Inspire leveza NOVO EU – DIA 25
30 Dias de Desbloqueio Mental
Dia 25 –MEU CORPO MEU TEMPLO

Olá pessoas do bem =)
Dia 25 do nosso Desbloqueio Mental, estamos já na reta final e o ano de 2016 está aí prontinho para ser explorado pelo seu NOVO EU.

Se você está conseguindo seguir tudo direitinho até aqui, parabéns! Caso você esteja se boicotando, pulando exercícios, ou mesmo lendo os posts mas deixando a parte prática para depois eu sinto muito, o projeto não funciona dessa maneira.
A parte principal do Projeto é mesmo essa, as técnicas, os exercícios e as práticas, que por mais simples que possam parecer fazem toda a diferença agindo diretamente na sua evolução.

Hoje nós vamos falar de um assunto muito amplo e muito gostoso.
Do templo que abriga nosso espírito.
Como está seu templo?
Como você tem olhado para ele?
Nosso corpo é a casa onde mora nosso espírito, ou seja, a casa onde mora um pedacinho de Deus.
É muito importante olhar para si mesmo com essa reverência, com esse carinho e com esse respeito. A mesma reverência que usamos quando frequentamos algum templo religioso.

Você é solo sagrado.

Nosso templo é responsável por 50% de quem somos, pois através dele somos, sentimos e estamos o tempo todo vibrando em um padrão de energia. E nós já sabemos que o padrão de energia que vibramos é determinante em nossa qualidade de vida, certo?!

Como você está se sentindo hoje?
Como está a sua energia vital?
Nossa energia vital é responsável pela nossa carga de estímulo e motivação diária. Quando você se sente pra baixo, triste ou mesmo depressivo sem nenhum motivo aparente, quando acorda sem muita vontade de realizar até simples tarefas diárias é porque sua energia vital está precisando de um “UP”, está precisando se reconectar com o seu centro, está precisando encontrar seu equilíbrio.

E como nós podemos ativar novamente essa energia vital?

Muito simples. Em contato com a natureza. Caminhando descalços, ingerindo produtos orgânicos e naturais, tomando um banho de lago ou de mar, respirando o ar puro da montanha, trazendo flores e frutas colhidas da sua horta ou jardim para dentro de casa, acendendo incensos, plantando flores no jardim de casa, observando o sol se pôr…
Todo tipo de contato com a natureza recarrega sua bateria, vamos dizer assim, e renova sua inspiração, sua determinação e suas motivações.

Muito tem se falado sobre o quanto nossas emoções interferem diretamente nas manifestações de doenças do corpo. Você pode ou não acreditar nisso e isso é uma decisão sua.
Mas se fizermos uma análise sobre esse tema podemos notar que sim, muitas das nossas emoções ajudam a manifestar quadros de doenças físicas simples e até mais complicadas.
Já foi provado cientificamente que as emoções de mágoas, rancores, raiva e tristeza profunda são altamente prejudiciais ao crescimento e desenvolvimento de uma semente, por exemplo.

E então eu te pergunto: – Não somos nós como as sementes, não crescemos e nos desenvolvemos como tais?
Então por que essas mesmas emoções não teriam a mesma ação sobre nós?

Esse é somente um convite a reflexão.
Aí você se pergunta:
– Então são somente esses os fatores que desenvolvem as enfermidades do corpo?
Não, não são somente esses. A carga emocional negativa é um percentual que ajuda a manifestar com maior ênfase alguns problemas. O restante são obviamente heranças genéticas, descuidos e vícios.
Bom, o que eu queria te dizer é que se essa carga negativa ajuda bastante na manifestação de enfermidades que talvez você jamais manifestaria se não carregasse esse lixo emocional de atrás, por que não controlar isso que está sob nosso controle?

Oras, se esse percentual pode ser remediado através de exercícios, técnicas e autocontrole emocional por que vou facilitar a manifestação de doenças que não existiriam sem esse lixo que carrego?

Vamos agir naquilo que temos o poder de controlar.
Limpar essas emoções negativas vai ajudar a manter nosso templo saudável e em ordem.

Seguem alguns exemplos de enfermidades físicas associadas a quadros emotivos, psicolégicos e depressivos:
Prisão de ventre – muito provavelmente se você sofre de prisão de ventre você deve ser uma pessoa controladora, que não solta, não perdoa, não deixa ir toda a mágoa e todo o stress acumulado por prender demais todas essas emoções. Precisa aprender a soltar sejam as emoções presas em seu subconsciente que a necessidade de controlar tudo o que acontece em sua vida.
Taquicardia, nó na garganta, peso nos ombros, cansaço sem explicação – todos esses sintomas podem estar diretamente ligados a ansiedade, medo e insegurança, autoimagem. Precisa limpar e desbloquear cada um desses sentimentos aprendendo a fazer escolhas conscientes.

Para limpar todas essas emoções negativas nós usamos todos os desbloqueios anteriores, a prática dos mantras e das mentalizações diárias. Tudo o que nós aprendemos até agora, se praticado de maneira correta e determinada vão resultar na cura do seu templo de maneira eficaz e supreendente.

Melhorar a saúde e o aspecto físico do seu templo só depende de você, da sua determinação e coragem em começar dia após dia a escolher seus pensamentos e ações. O milagre existe e ele é você!

Eu descobri tudo isso na pele e talvez você entenda muito melhor me ouvindo contar sobre minhas próprias experiências com a cura do meu templo.
Acompanhe o vídeo abaixo para entender mais e esclarecer todo o tema.
Nesse vídeo além de meu depoimento pessoal sobre a manifestação de diversos problemas de saúde, você vai também conhecer um mantra e meu segredinho de mentalização para meu processo de auto cura, e nós vamos fazer uma mentalização especifica para a cura.

Gratidão e Namaste _/\_

  1. Ana Cabral disse:

    Boa noite Andreza,
    estou tentando retomar de onde parei, mas sempre te acompanho pelo instagram.
    Eu sempre fico me sentindo culpada quando tiro uma planta, ou no caso uma flor da sua raiz, para mim naquele momento estou tirando ela da vida. Acho linda a casa cheia de flores, mas fico nesse duelo entre de tirá-la de seu habitat natural e estar indo contra todo o amor, que devemos sentir por tudo, entende.