novo-eu category image
11 de dezembro de 2015

Inspire leveza NOVO EU – DIA 10

Novo eu

IMG_20151212_001527

 

 

 

 

 

 

 

 

 

30 Dias de Desbloqueio Mental

DIA 10 – o passado e a limpeza emocional |DA ESCASSEZ |

Olá pessoas do bem

Dia dez do nosso Desbloqueio! Ah que maravilha… Nem pense em desistir porque as coisas já vão começar a melhorar, e muito.

E já vou começar esse dia te fazendo uma pergunta.

– O que você entende por Escassez?

Pense bem, quando você ouve essa palavra no que pensa, que emoções essa palavra lhe traz? Escassez é falta, certo?

Escassez é uma palavrinha carregada de energia que vibra baixo, bem baixinho bloqueando sonhos e possibilidades, você já vai entender porque. A escassez pode estar relacionada a coisas físicas ou sentimentais. Por exemplo, escassez de comida, de dinheiro, de informação e Escassez de atenção, de carinho, de amor.

Nosso Universo real é gerado e mantido através da energia de dois paradigmas muito importantes que nós absorvemos no nosso DNA mental e energético desde o longínquo tempo da infância, na realidade até antes disso.

São eles: o paradigma da abundância e o paradigma da escassez.

O paradigma da abundância é aquela situação em que crescemos cercados de pessoas positivas que acreditam que no mundo existem reservas de tudo para todos e que quanto mais se divide mais se multiplica. Essas pessoas também costumam encontrar soluções criativas para cada nova dificuldade relacionada a suas finanças sem nunca perder a certeza de que existe muita riqueza no mundo e que essas riquezas estão acessíveis a todos sem distinção.

Já o paradigma da escassez são as milhares de situações diárias em que procuramos sempre abocanhar mais do que podemos, que sentimos falta de ter mais daquilo que já possuímos ou que usamos a famosa desculpa de que “aquele lá é rico porque tem sorte”. O paradigma da escassez é formado por pensamentos egoístas de que é preciso comer logo o próprio pedaço da pizza antes que chegue mais alguém.

E aqui está a chave de tudo.

Nós fomos criados quase que unanimemente no paradigma da escassez. Eu te convido a fazer uma minuciosa reflexão.

  • Como era a situação na sua casa quando você era pequeno?
  • Seu pai chegava do trabalho reclamando de trabalhar muito e nunca ter dinheiro?
  • Sua mãe vivia brava porque nunca conseguia comprar nada?
  • Viviam te dizendo que o dinheiro é algo escasso e que você faz muita fadiga para consegui-lo, mas sem ele não pode viver?
  • Te negavam doces, balas ou qualquer outra “bobagem” por falta de dinheiro?
  • Diziam que você não pertencia a classe social rica?
  • Ou sempre encontravam solução para tudo dizendo que vocês já tinham o suficiente e estimulavam a divisão doando um pouco daquilo que já tinham?
  • Ou ainda, você tinha tudo aquilo que queria, seus pais trabalham muito e sua casa era sempre a mais bela cheia de conforto, mas você não tinha o carinho e atenção deles para quase nada?
  • Você morava em um lugar abundante de dinheiro, mas lhe faltava carinho?

Tente identificar na sua infância e na sua adolescência em quais desses padrões você realmente se encaixa. Porque seja a falta material que a sentimental são importantes padrões de escassez, mas com necessidades diferentes. É muito importante escrever tudo aquilo que você lembra e para isso siga as perguntas que eu fiz acima refletindo muito sobre cada uma delas.

Para te ajudar ainda mais a lembrar vou deixar uns insights aqui abaixo, leia e reflita encontrando uma definição para cada um deles. Analisando o período da sua infância até agora:

  • – Como você lembra da sua relação com o dinheiro? Descreva.
  • – Você sentiu vergonha alguma vez por isso? Se sim quando e como.
  • – Como era a relação de seus pais com o trabalho deles?
  • – Como você via o seu futuro?
  • – Você escolheu sua profissão hoje por causa da sua remuneração?
  • – Quais eram as desculpas que você contava quando lhe faltava dinheiro?
  • – Você se sentia só, mesmo tendo uma casa sofisticada?
  • – Quais eram as palavras que você mais ouvia sobre dinheiro?
  • – Como era tratado o dinheiro na sua casa?
  • – Alguma vez você precisou pedir dinheiro emprestado?
  • – Você abandonou algum sonho por falta de dinheiro?
  • – Você tem o habito de agradecer quando paga alguma conta? Se não, qual é o seu sentimento quando deve pagar as contas do mês?
  • – O que você pensa sobre abundância agora, nesse momento? Seja sincero =)

Depois de responder cada uma dessas perguntas sinceramente você vai guardar esse questionário, porque essas respostas irão servir nos próximos desbloqueios.

Hoje eu quero te fazer entender que sim, todos nós fomos criados em paradigmas de escassez e é esse conceito que nós já temos formado em nosso subconsciente que está atraindo para nós mais de tudo isso.

Por exemplo se você sofreu muito por falta de atenção é normal que hoje você queira chamar atenção a todo custo para sua vida. Se você cresceu com falta de comida, talvez hoje você queira estocar comida em casa por medo de faltar novamente. Se você cresceu sem amigos, talvez hoje você não consiga se socializar. Se você cresceu sem grana, sem conforto, talvez o seu subconsciente continue te dizendo que é assim que tem que ser. Se você cresceu sofrendo muito para conseguir ter dinheiro, talvez hoje você esteja atraindo sempre a mesma situação por devoção a um voto passado. Ou talvez você não se permita prosperar porque simplesmente o seu bloqueio diz que você não pode ser mais do que os seus pais foram ou são.

Talvez você tenha até mesmo medo inconsciente de enriquecer. Parece absurdo, mas é muito sério isso. Inconscientemente nós fizemos alguns votos no passado (vou fazer um Post só sobre isso pode ficar tranquilo) por pura proteção, votos esses que nós levamos para a vida toda e sem perceber honramos esses tais votos bloqueando definitivamente todos os canais de abundancia que existiam.

Está tudo interligado, você entenderá mais sobre os votos no desbloqueio deles.

Então gente a escassez é um desbloqueio muito sério e delicado que englobará inúmeros outros posts sobre isso. Esse é o início de todo o processo. Reflita e encontre cada resposta porque nós vamos precisar de todas elas.

Hoje você vai parar e observar a abundância de tudo aquilo que já possui a sua volta. A natureza em si é uma fonte de abundancia infinita, basta você ir lá para fora e olhar a infinidade do azul do céu, a beleza das estrelas, o nascer e morrer das folhas e flores, do desabrochar das rosas, a revoada dos pássaros, a fonte d’água pura e cristalina. O Universo inteiro é feito de um nascer e morrer sem fim. Você é extensão disso. Feito do mesmo pó das estrelas e principalmente seu corpo é composto quase cem por cento de água. Quer coisa mais maravilhosa que isso!? Uma fonte de abundancia sem fim.

Então pare e observe tudo.

Depois dessa longa reflexão você vai fazer um exercício lindo! Vai doar algo a alguém =)

Voce hoje deve escolher alguém; que pode ser a vizinha de casa ou alguém desconhecido, e vai doar algo seu ou algo preparado por você. Não doe dinheiro não. Seria muito fácil. Doe seu tempo junto com algo que era seu.

Dividir é multiplicar. Então use a criatividade e doe algo que você carinhosamente preparou. Um bolo, um pão, uma roupa linda, ou até metade do seus guarda roupas, quem sabe? Doe aquilo que tocar seu coração agora. Isso vai gerar energia ativa diretamente no canal da abundância. Mesmo que você esteja se sentindo no fundo do poço, sem grana ou com muita dela. Vai lá e faz essa prática do bem, porque quem vai ganhar é você.

Observe bem: quando for doar seja roupa, comida, flor, brinquedos ou atenção é preciso também que você fale da abundância do Universo, do Poder que existe nessa doação. Não tenha vergonha. Desbloqueie, por favor! Tem frutas no quintal de casa? Colhe lá algumas e bate na porta da vizinha, puxa um papo do bem e diz: “olha o Universo tem sido tão generoso comigo que quero dividir isso com você expressando minha gratidão”

Combinado? =)

É muito importante fazer esse exercício porque ele vai agir lá no seu subconsciente e vai acionar todos os outros desbloqueios que já vimos até agora, ou seja, o desapego, o merecimento, o medo…

O mantra de hoje é o meu mantra do coração.

Uso ele cem por cento do meu tempo e contagio todo mundo que ouve. Deve ser cantando sorridente e vibrando muita felicidade. Cante indo para o trabalho, fazendo as tarefas de casa, dirigindo, brincando com as crianças, na academia, na escola, no parque, no supermercado… Cante o dia todo e quando cantar imagine-se próspero, feliz, brilhante, coberto por uma energia vibracional dourada!

Vamos lá!

“As riquezas de Deus correm para mim…

Correm, correm….

Correm!

As riquezas de Deus correm para mim…

Correm, correm…

Correm!”

 

Assista o vídeo na íntegra e cante junto comigo!

Vem manifestar a tua realidade de abundancia.

Gratidão e Namaste _/\_

  1. Ana Cabral disse:

    Boa tarde!!
    Hoje fiz o exercício de doar algo que gosto muito. Apesar de estar um pouco triste com alguns acontecimentos, foi muito bom ver a felicidade da pessoa ao receber, até porque ela tinha gostado desse brinco e é muito confortante ver a alegria de outra pessoa. =)
    Namastê.