omtime category image
18 de fevereiro de 2016

Alegrar-se com a vida

Om'Time

d2d146510bd7bb769f665b197c3967b6

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

“Se você sentir muita resistência contra a meditação, ela simplesmente lhe mostrar que, no fundo, você está alerta à que algo vai acontecer, que vai mudar toda a sua vida. Você tem medo de renascer. Você investiu muito em seus velhos hábitos, na personalidade já enraizada, na antiga identidade.

A meditação nada mais é que tentar limpar seu ser, tentando tornar algo fresco e jovem, tentando torná-lo mais vivo e mais alerta. Se você tem medo da meditação significa que você está com medo da vida, você tem medo da consciência, e a resistência vem porque você sabe que se você se direciona para a meditação, algo está prestes a acontecer.

A meditação não é qualquer coisa da mente, é algo além da mente. E o primeiro passo é estar se divertindo com a meditação. Se você se diverte, a mente não pode destruir a sua meditação. Caso contrário, ela vai transformá-la em uma outra viagem do ego; E ele vai fazer você ficar muito sério e você vai começar a pensar, “Eu sou um grande praticante sou mais santo do que as outras pessoas, e todo o mundo é apenas… mundano – Eu sou religioso, sou virtuoso”. Isso é o que acontece com milhares dos chamados santos, moralistas, puritanos: eles estão apenas fazendo o jogos do ego, jogos sutis do ego.

Por isso eu quero cortar isso pela raiz desde o início. Seja brincalhão com a meditação. É uma música para ser cantada, uma dança para ser dançada. Tôma-la como divertimento e você ficará surpreso: Se você poder ser brincalhão com a meditação, a meditação vai crescer aos trancos e barrancos.

A vida como tal tem de ser tomada como uma piada cósmica – e de repente você relaxa, porque não há nada sobre o que estar tenso. E nesse relaxamento, algo começa a mudar em você – uma mudança radical, uma transformação – e as pequenas coisas da vida começam a ter um novo sentido, um novo significado. Então, nada é pequeno, tudo começa a assumir um novo sabor, uma nova aura, a pessoa começa a sentir uma espécie de piedade em todo lugar. Então ela não se torna um cristão, não se torna um hindu, não se torna um muçulmano, apenas torna-se simplesmente um amante da vida. Ela aprende uma coisa só, como alegrar-se com a vida.

Porque alegrar-se com a vida é o caminho para Deus. Dance o seu caminho para Deus, ria o seu caminho para Deus, cante o seu caminho para Deus”

Namaste _/\_

texto adaptado livremente, original OSHO